O amor de quem te ama

De verdade eu não sei como deixar de te amar

O tanto então, não muda, não ultrapassa

Só se faz eterno

E até entendo como você não pode me amar tanto assim

Aliás, comparado ao amor que te dou, você nem saberia contar se fossem números contáveis.

Hoje eu sei, que o que deveria ser chamado de amor supremo, se esconde atrás das máscaras de efêmeras

As coisas do coração estão de tornando cada vez mais materiais entre todos vocês.

Já sabia que passaria tudo isso

Que chegaria ao ponto de que esse amor, seria um clichê feito por vocês

Algo até ultrapassado e como vocês chamam: “brega”, “fora de moda”, “alienado”.

E mesmo assim, eu não questionei o porque de amar tanto você

Até mesmo quando pensei em está só

Quando senti a pior dor amargar meus lábios e rasgar meu peito com uma lança

Tudo que eu fiz e tudo que ainda farei.

Compreende como é duradouro esse sentimento?

É único! Desde quando prometi na primeira vez que te olhei

E mesmo assim você nem me viu.

Uma vez já te ouvi falar, que não sabe como amou uma pessoa humana “assim”

Você não tem ideia de quanto ciúmes senti, como em tantos outros momentos

Conhecendo cada uma das vias desse amor e o que fiz pra te ter

Deixei passar despercebido, quando você me pediu pra esquecer eu fiz questão de garantir isso

Nem eu mesmo lembro do que você me pediu pra esquecer, pois esqueci em plena verdade.

Sabe os montes? Eu escalei alguns pra poder me entregar por ti

Se tivesse milhares deles, ainda seriam poucos a serem percorridos só pra te amar mais uma vez

Sabe o amor? Coloquei no meu peito pra poder sangrar por ti

Que parou por causa disso também

Pois sabia que se eu não fosse além com ele, jamais você saberia o que era amor de verdade.

Até fiz parecer que iria embora, lembro bem quando você lamentou essa ida e até chorou algumas vezes por aí

Tenho contado as lágrimas que você derramou por Mim desde sempre

E sem se comparar com a quantidade das que você já derramou por quem não te ama

Não esqueci nenhuma delas, forma únicas e anotadas.

Mesmo quando voltei e tudo melhorou

Você ainda não insistiu em mim com todas as suas forças, e era o que eu esperava

Foi preciso ir de novo e eu fui

Te vi ter tantos outros amores por aí

Me trocando por coisa pouca quando mesmo esperava.

Te vi chorar por coisas que machucavam os meus sentimentos

E buscá-las com uma ansiedade que não esperava que fosse tanta

Nem quando e dirigia a mim

Até te fiz parar em certas ocasiões que te magoariam

Outras não consegui porque você simplesmente me esqueceu

Tive que te ver aos trapos depois, me ferindo como se outros cravos estivessem em mim

Porque te ver chorar, é ver uma parte de Mim derramar lágrimas contigo.

E literal

Uma parte que te dei por pura decência e dependência de não conseguir andar sozinho

Que sem ela você não saberia como voltar para onde te deixei

Mesmo te deixando nos melhores lugares que você encontraria por aí.

Já não me lembro mais quantas vezes larguei tudo o que segurei de mais importante, só pra ir te buscar

Sabendo que em outras vezes você iria embora de novo

Que se perderia mais uma vez

Pra provar das pastagens que não eram dignas de ti

E quando pudesse provar da tua volta, seria como se a chegada fosse dentre as muitas, a primeira

A alegria de ter comigo de novo, não tinha comparação com felicidade que eu tinha em quem jamais precisou ir.

E mesmo sabendo que você não poderá me amar o suficiente como eu te amo

Sabendo que você teria novas quedas e recaídas

Te trouxe a garantia de te dar amor e um amar para sempre

Até mesmo quando você pensar que tudo acabou

Sabe por quê?

Porque se não fosse o Meu amor, não existiria amor pra você!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s